Instituição São Francisco de Assis oferece cursos para os adolescentes

Na manhã desta quarta-feira, 05, a comunidade de ação socioeducativa São Francisco de Assis, (CASE I e II), em parceria com a Biblioteca Pública Epifânio Dória, deu início a mais uma oficina de informática destinada para adolescentes acolhidos no sistema semiliberdade.

O projeto da biblioteca conta com a participação da orientadora e professora Diana Araújo que administra o curso de informática no período matutino. Para a pedagoga, a metodologia aplicada ajuda os garotos no aprimoramento das atividades as quais podem ser utilizadas como meio de trabalho e consecutiva profissão após liberação judicial. A ação desenvolvida pela instituição vai além do curso de informática e oferece para os rapazes mais dois cursos como a língua inglesa – importante para ser inserido no atual mercado de trabalho, e o de horta orgânica, com finalidade de trabalho desenvolvido em hortas.
“Estamos trabalhando com a promoção de programas e atividades multi diversificadas a fim de proporcionar qualificação dos jovens. Ficamos extremamente felizes por perceber que essa parceria com a biblioteca pública tem nos rendido inúmeros avanços na medida socioeducativa. Progressos coletivos que servem para oportunizar um futuro mais promissor para estes adolescentes”, declarou Carla Vanessa, coordenadora técnica do Case.

Arquidiocese e Tribunal de Justiça visitam unidades socioeducativas

A Fundação Renascer do Estado de Sergipe recebeu nesta semana a presença solidária da Arquidiocese de Aracaju e do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJ/SE). De forma inédita, a Igreja Católica – devidamente representada pelo seu pontífice maior em Sergipe, Dom João, dialogou com adolescentes, servidores, bem como conheceu toda a estrutura do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam), da Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip), Unidade Feminina (Unifem), e Casa de Acolhimento São Francisco de Assis (Case I e II/Semiliberdade).

 

Presente na visita de cortesia, a Coordenadora Juíza da Infância e Adolescência, Iracy Mangueira, também acompanhou a atividade e participou da solenidade de inauguração da Biblioteca do Cenam. “Muito me deixa feliz em estar nesse local onde já foi cenário de tantas barbaridades e momentos críticos; hoje ao presenciar o sistema pessoal evoluído nos faz acreditar que a valorização dos Direitos Humanos e perseverança quanto a evolução da socioeducação estão caminhando juntas em um só progresso”, avaliou.

 

Quanto à presença do Arcebispo pelos corredores das unidades, chamou a atenção de todos o respeito emitido pelos adolescentes, e os pedidos por correntes de oração. Silenciosos, os socioeducandos rezaram e acompanharam atentamente as palavras celebradas por Dom João. Se mostrando impressionado pelo comportamento positivo dos jovens, ele avaliou o encontro como: ‘momento inexplicável para Igreja Católica em Sergipe’.

“Esses momentos de visitas indo a todas as instituições é de grandíssima importância. Eu sou grato aos diretores e coordenadores pela receptividade, mas antes de tudo, por nos provocar enquanto Igreja Católica para sermos presentes; é comum a gente encontrar barreiras e dificuldades nesses espaços, mesmo que seja espaço de ressocialização, mas aqui nós somos gratos em chegar para representar Jesus Cristo como aquela força necessária e restauradora para resgatar essas vidas marcadas pelas fraquezas humanas”, declarou o Arcebispo.

 

Dom João lamentou o estado de superlotação das unidades e se comprometeu em fazer o possível para que os fieis e os jovens que integram o Grupo Shalon possam desenvolver projetos que contribuam diretamente para a integração dos adolescentes. Para Wellington Mangueira, presidente da Fundação Renascer, a presença da Família Católica e do Tribunal de Justiça ajuda, em caráter múltiplo, a qualificar o sistema, como também na formação de todos os adolescentes ainda confinados.

“Nos enche de alegria receber o amigo Dom João e a juíza Dra Iracy nas unidades. Visitamos todas, e estivemos em todos os alojamentos para que pudéssemos conversar e passar uma mensagem de fé aos garotos e garotas. Não nos restam dúvidas que hoje todos os adolescentes e servidores estão com o espírito fraterno elevado. O Governo de Sergipe agradece mais uma vez a presença e segue de portas abertas aos homens e mulheres de bem que desejam contribuir nessa missão humana”, disse.

 

O padre Henrique destacou que o método Socioeducativo Dom Bosco pode ser acoplado à pedagogia da presença: “sobre tudo pelo seu alto compromisso com os Diretos Humanos e a integração de todos no rebanho cristão, que tem como base o amor ao próximo”.

Adolescentes do CENAM participam de palestra com o Dr. Almir Santana

O profissional-referência no Estado de Sergipe para área de saúde relacionada às DST’s, Dr. Almir Santana, esteve mais uma vez na Fundação Renascer para uma verdadeira aula sobre prevenção e esclarecimentos sobre a questão de saúde sexual.

Depois das visitas às unidades de Semiliberdade e a Feminina, o Centro de Atendimento ao Menor (CENAM), unidade de Internação masculina da Renascer foi o alvo dessa palestra. “Vocês jovens devem aproveitar essa oportunidade que a Fundação Renascer oferece para tirar dúvidas e terem consciência sobre sua própria saúde, então, peçam e aceitem fazer os exames quando a Fundação oferece, pois quanto antes se descobre possíveis problemas, mas eficaz é o tratamento e evita o contágio entre suas parceiras e filhos”, explica Dr. Almir em conversa com os adolescentes.

Além das doenças sexualmente transmissíveis e esclarecimentos sobre sintomas e medicações para o respectivo tratamento, o médico ressaltou a importância do uso da camisinha masculina ou feminina nas relações, principalmente nas visitas íntimas. “Ninguém pode obrigar vocês a usar camisinha, minha vinda aqui é um tentativa para abrir a cabeça no sentido de que essa é uma escolha sua, cuidar da sua saúde e do seu corpo, preservando também quem está junto, isso é ter preocupação, um cuidado, carinho”.

Treinamento Funcional na Sede Administrativa da Fundação Renascer

A manhã na sede da Renascer começou com uma sessão de alongamento com treinamento funcional para os colaboradores. A iniciativa partiu do educador físico das Unidades socioeducativas do CASE (Semiliberdade) e UNIFEM (Feminina) que dividem espaço com o complexo administrativo no conjunto Médici, na capital.

Wigner trabalhou o condicionamento geral dos participantes através de exercícios utilizando o peso do próprio corpo e barras retas como apoio para o equilibro e postura correta dos movimentos.

 

Curso de Primeiros Socorros para funcionários da Renascer

A capacitação visa otimizar o atendimento emergencial em situações do dia-a-dia, principalmente em grandes aglomerados de pessoas como nas Unidades Socioeducativas, que atualmente enfrentam um processo de superlotação. Igualmente importante é saber reagir adequadamente nas situações críticas, a exemplo do engasgo, convulsões, queimaduras, fraturas, hemorragias, entre outras ocorrências que estão suscetíveis os adolescentes.

O alvo principal foram os funcionários do Posto de Saúde mantido dentro do Sistema Socioeducativo da Renascer, porém é um conhecimento importante para qualquer pessoa, pois são procedimentos que podem salvar vidas. “Agir por impulso prejudica a vítima e quem pratica o ato, pois pode ser responsabilizado, então, a intenção é orientar para o mínimo, mas o mínimo que salva”, registra Luiz Marcos Carlos Marinho, profissional com 22 anos de atuação no Corpo de Bombeiros através do departamento de ensino.

O Primeiro Sargento Marinho atua como multiplicador de primeiros socorros, combate de incêndio e salvamento em altura em diversas organizações e, na Fundação Renascer, já participou de outas capacitações para funcionários. “O trabalho em instituições com adolescentes é mais delicado, daí a importância de estar preparado para emergências. A pessoa que recebe esse tipo de instrução nunca sai do jeito que entra porque o conhecimento que aprende vai ser aplicado para ajudar sua família, para si mesmo e outras pessoas ao redor.”

Em sua fala ao final da capacitação, o direto da Unidade de Saúde da Renascer, Aristóteles Marques, ressaltou o impacto das atividade em prol da saúde dos adolescentes assistidos e agradeceu a atenção e interesse dos funcionários em participar desse momento. Informou também que o setor viabilizará essa capacitação para os demais colaboradores da Renascer.

Última atualização: 29 de outubro de 2018 16:16.

Pular para o conteúdo