Fundação Renascer realiza vacinação contra H1N1 em unidades socioeducativas

Em parceria com a Secretaria de Saúde de Aracaju, campanha imunizou adolescentes, servidores e funcionários

 

Os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas nas seis unidades administradas pela Fundação Renascer receberam vacinação contra o vírus Influenza A (H1N1). A imunização foi promovida ao longo da última semana pela Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju, com o apoio da Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (Seias). Além dos 235 socioeducandos, a campanha imunizou servidores e funcionários das seis unidades: Centro de Atendimento ao Menor (Cenam), Comunidade de Atendimento Socioeducativo Masculino (Casem), Unidade Feminina (Unifem), Unidade Socioeducativa de Internação de Provisória (Usip) e nas Casas São Francisco de Assis (Case I e II).

 

De acordo com o diretor operacional da Fundação Renascer, Antônio Carlos Viana, a ação visa evitar complicações em quadros virais e garantir os direitos que cabem aos adolescentes. “A importância da campanha de vacinação contra H1N1 é promover a cobertura em 100% dos adolescentes com o objetivo de evitar ou minimizar riscos de contágio do vírus Influenza. Estamos vivendo uma situação de pandemia por conta de um vírus gripal, então agora é ainda mais importante a imunização da população socioeducativa para evitar complicações em quadros virais, a exemplo de pneumonia. Todo cuidado se faz necessário”, destacou o diretor.

 

Aplicadas pela equipe de enfermagem da Fundação Renascer, as vacinas foram cedidas pela Secretaria de Saúde de Aracaju. A ação integra a campanha do Ministério da Saúde, seguindo as orientações do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que garante o direito e obrigatoriedade da vacinação às crianças e adolescentes. “A campanha contra a Influenza deve contemplar os grupos prioritários, como os adolescentes em medidas socioeducativas. Então, seguindo as diretrizes traçadas pelo Ministério, ofertamos a vacinação a esses adolescentes, com o intuito de imunizá-los contra o virus Influenza”, afirmou a coordenadora do programa de Imunizações do município de Aracaju, Ilziney Simões.

 

Para o presidente da Fundação Renascer, Wellington Mangueira, a pandemia de coronavírus demanda que, não só as ações preventivas de higienização de espaços e das mãos sejam reforçadas, mas também os cuidados com a saúde dos adolescentes acolhidos. “Entendemos que é tempo de redobrar os cuidados com todos os nossos socioeducandos e equipes, a fim de que possamos atravessar esta pandemia sem intercorrências, resguardando a saúde de todos. E a vacinação faz parte desse contexto. Agradecemos muito a parceria da Prefeitura de Aracaju, através da SMS; e todo o apoio da SEIAS”, concluiu o presidente.

Última atualização: 30 de abril de 2020 19:20.

Pular para o conteúdo