Fundação Renascer recebe visita do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

Presidente do CEDCA, Glícia Salmeron visitou a unidade Casem para conhecer projetos para reinserção dos adolescentes na sociedade

A unidade socioeducativa Casem – Comunidade de Atendimento Socioeducativo Masculino, administrada pela Fundação Renascer, recebeu a visita do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente – CEDCA, grupo responsável pela deliberação, fiscalização, formulação e acompanhamento da política de atendimento da criança e do adolescente em Sergipe. A visita teve como principal foco conhecer o Programa Jovem Aprendiz, curso profissionalizante realizado de forma remota para os socioeducandos no laboratório de informática. Ao todo, 67 adolescentes já foram inseridos no programa.

Na oportunidade, o CEDCA visitou todos os espaços da Casem, considerada uma das unidades-modelo do continente Sul-Americano para o cumprimento de medidas socioeducativas. Para o articulador institucional da Fundação Renascer, Eudes Bomfim, o Programa Jovem Aprendiz, realizado através de parceria com o Ministério Público do Trabalho – MPT e o Senac – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, é um marco histórico para a socioeducação sergipana. “Jamais foi visto algo semelhante para a profissionalização de adolescentes durante o cumprimento da medida socioeducativa”, disse.

Segundo a presidente do Conselho, Glícia Salmeron, a visita buscou analisar o resultado do modelo previsto e determinado pelo SINASE – Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo. “Quem viu a execução das medidas no estado de Sergipe há dez anos e vê, hoje, a estrutura da Casem, sabe que esse é o caminho. É fundamental a reinserção social dos adolescentes e a compreensão sobre a responsabilização da medida aplicada. As atividades ofertadas para esses meninos e a possibilidade de terem a execução da medida com dignidade com certeza gerará resultados positivos. É o compromisso que o Estado deve assumir, garantindo recursos para que sejam ações permanentes”, ressaltou.

O presidente da Fundação Renascer, Wellington Mangueira, destacou a importância da visita do CEDCA para os jovens que passam pela socioeducação em Sergipe. “A visita foi de grande valia, sobretudo para os adolescentes que se sentiram privilegiados pelo grupo de pessoas que fazem parte do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente. Eu me sinto muito feliz e tenho a certeza de que parcerias como essa fazem com que a socioeducação cresça tanto em Sergipe como também no Brasil”, declarou o presidente.

Última atualização: 11 de agosto de 2021 13:33.

Pular para o conteúdo