Residentes do Cemec recebem primeira dose da vacina contra a COVID-19

Fundação Renascer recebe equipe de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju

Nesta terça-feira, 09 de fevereiro, os cinco residentes do Centro Educacional de Menores Eronildes de Carvalho (CEMEC), gerenciado pela Fundação Renascer, foram imunizados com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A vacinação ocorreu na sala de atendimento do CEMEC e foi realizada pela equipe de profissionais da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da sua Coordenação de Imunização. A segunda dose da Coronavac está prevista para ser aplicada na instituição no próximo dia 02 de março.

Os cinco residentes que receberam a vacina estão alocados no primeiro grupo da imunização contra a Covid-19, que de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, inclui idosos e pessoas com deficiência institucionalizadas. Segundo o presidente da Fundação Renascer, Wellington Mangueira, a imunização dos acolhidos é um momento de grande importância. “Gratifica e alivia a todos nós vê-los sendo imunizados, considerando todos os cuidados que já adotamos rotineiramente com a sua saúde. Ficamos verdadeiramente felizes de acompanhar esse momento, tão importante”, afirmou.

Para prevenir o contágio pela doença, o Centro Educacional de Menores Eronildes de Carvalho já vem adotando as medidas necessárias. Segundo a coordenadora Joira Rollemberg, o Cemec disponibiliza mecanismos para a prevenção dos residentes e funcionários. “Desde quando se iniciou a pandemia, disponibilizamos máscaras de proteção respiratória, tanto para os profissionais que prestam serviço no Centro quanto para os residentes, e álcool em gel; intensificamos a limpeza e o monitoramento diário em relação à saúde de todos, bem como quando surge algum sintoma de síndrome gripal. Estamos sempre atentos a esses quesitos na unidade”, disse.

O Centro Educacional de Menores Eronildes de Carvalho (CEMEC) atende adultos do sexo masculino, remanescentes dos Abrigos da Fundação Renascer, com deficiência leves e moderadas, em situação de vulnerabilidade. Os acolhidos têm acompanhamento médico nas áreas clínica e de saúde mental. Na entidade, são desenvolvidas ações pedagógicas especiais destinadas aos acolhidos que possuem transtornos mentais. Eles também participam de atividades esportivas, culturais e de lazer.

Última atualização: 9 de fevereiro de 2021 19:22.

Pular para o conteúdo