Reunião de gestores estaduais para discussão de políticas de defesa da criança e do adolescente inicia nesta quarta-feira, 23

Programação segue até esta sexta-feira, dia 25 de agosto

O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria Estadual de Assistência Social e Cidadania (Seasc) e da Fundação Renascer, realizou, na manhã desta quarta-feira, 23, a II Reunião Técnica do Fórum Nacional de Dirigentes Governamentais de Entidades Executoras de Políticas de Promoção e Defesa da Criança e do Adolescente (Fonacriad).

O encontro reuniu dirigentes nacionais do sistema socioeducativo de privação e restrição de liberdade de 25 estados brasileiros, como também representantes do Governo Federal, a exemplo do Ministério da Educação, Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente e Coordenação Geral de Políticas Públicas Socioeducativa, para discutir assuntos que envolvem as diretrizes operacionais e administrativas das medidas socioeducativas no país. 

A secretária de Estado da Assistência Social e Cidadania, Érica Mitidieri, celebrou o encontro e reforçou a sua importância para as medidas socioeducativas no estado. “Estamos em nosso oitavo mês de gestão, e algo que observamos ainda na campanha e se tornou ainda mais visível no trabalho diário que é a necessidade de fortalecer o trabalho em rede, criar pontes e facilitar o acesso para todos e é isso que a Fonacriad está fazendo”, disse a gestora. 

Ainda de acordo com Érica, a gestão estadual está empenhada em desenvolver ações e medidas que reposicione os jovens na sociedade e este encontro é fundamental para incentivar e impulsionar o tema . “Esse encontro permite que a voz ativa do nosso Estado alcance o nacional. Neste início de gestão, nosso foco está concentrado em pensar em nossos projetos e medidas socioeducativas e, aqui, temos a chance de, com a troca de experiências, analisar o que podemos avançar, que práticas fortalecer de forma positiva”, analisou. 

O secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Cláudio Augusto, declara que o encontro repercute de maneira ampla nas administrações estaduais. “É um encontro que repercute muito na administração das medidas socioeducativas, no alinhamento, na discussão das temáticas que envolvem a aplicação das medidas. Aqui, o foco é educação, que como todos nós sabemos, pra qualquer pessoa, educação é um instrumento fundamental e essencial pro desenvolvimento humano”, frisou o secretário. 

Durante a cerimônia, um grupo dos socioeducandos realizaram uma apresentação teatral. O protagonista da peça se juntou às autoridades no dispositivo. O socioeducando disse estar muito honrado por estar compondo a mesa de abertura e agradeceu aos colegas de convivências e as autoridades presentes. “Cometi um ato infracional, mas não era esse o caminho que queria. Não pretendo que tenham dó, nem pena de mim. Quero que através da minha experiência e relato, todas as crianças e adolescentes, que se encontram na periferia, tenham outras oportunidades”, relatou o socioeducando. 

Além do socioeducando e da secretária Érica Mitidieri, estiveram compondo a mesa a promotora de justiça do Ministério Público de Sergipe (MP/SE), Maria Lilian Mendes; o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Cláudio Augusto; presidente da Fundação Renascer, Samuel Barreto; a juíza coordenadora da Infância e Juventude (CIJ), Dra. Iracy Mangueira; o procurador do trabalho, Raymundo Ribeiro; coordenadora-geral de Formação de Professores para a Educação das Relações Étnico-Raciais e Educação Quilombola, Adriana de Cássia Moreira; e o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), José Aloísio dos Santos Júnior. A programação de abertura segue até o final do dia com encerramento nesta sexta-feira, 25. Nos dias 24, no turno da manhã e tarde 25, pela manhã, a diretoria do Fonacriad estará reunida com dirigentes nacionais no auditório do Hotel Sesc Atalaia.

Última atualização: 28 de agosto de 2023 09:41.

Pular para o conteúdo