Semiliberdade debate medidas que resultem na qualificação para a saúde emocional

A manhã de hoje,31, foi voltada para o cuidado com a saúde emocional dos adolescentes acolhidos pela Casa São Francisco de Assis (CASE I). Doze socioeducandos se organizaram na sala de aula da unidade para aprender ações preventivas que resultem em melhoria ao ser humano.  A palestra foi ministrada pela Psicóloga Vanessa Fonseca de Meneses.

Segundo avaliação feita pela direção do Case, falar sobre a importância da saúde emocional trata-se de um tema o qual requer habilidade disciplinar para ser debatido em um ambiente de ressocialização. Muitos jovens que frequentam as medidas socioeducativas do Estado de Sergipe passaram por momentos complicados durante sua adolescência.  A psicóloga Vanessa Fonseca optou por trabalhar com base em estratégias que se distanciasse de situações que diretamente afetam o sistema cerebral de alguns garotos.

“O intuito da minha vinda até a unidade foi para trabalhar um pouco sobre as emoções dos meninos em momentos complicados. Muitos seres humanos sofrem por não saber lidar com os obstáculos da vida e a maioria não consegue mostrar o lado positivo para melhorar a situação. Nosso objetivo é mostrar que não podemos deixar nos levar pela força do momento e sempre focar no melhor”, disse.

Última atualização: 29 de outubro de 2018 16:16.

Pular para o conteúdo