Socioeducandos e profissionais da Fundação Renascer começam a ser imunizados contra a Covid-19

Secretarias Municipais de Saúde de Aracaju e Socorro atendem as unidades localizadas em cada município; segunda dose está prevista para agosto

Nesta quarta-feira (02), todos adolescentes maiores de 18 anos que cumprem medidas socioeducativas na Comunidade de Atendimento Socioeducativo Masculino (Casem), localizada no Conjunto Marcos Freire II, serão imunizados contra a Covid-19 pela equipe da Secretaria de Saúde de Nossa Senhora do Socorro. A ação dá continuidade à vacinação iniciada na última semana, quando foram imunizados com a primeira dose da vacina da Pfizer, 39 socioeducandos acolhidos nas unidades administradas pela Fundação Renascer e que estão no grupo prioritário, de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde (MS).

Na ocasião, equipes de profissionais das Secretarias Municipais de Saúde de Aracaju e de Nossa Senhora do Socorro, por meio de articulação da Coordenação de Saúde da Fundação Renascer, estiveram nas unidades de semiliberdade Comunidade de Atendimento Socioeducativo São Francisco de Assis (Case I) e Comunidade de Atendimento Socioeducativo Semiliberdade (Case II); na Unidade Feminina (Unifem), na Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (USIP) e também na Casem. Com intervalo de 90 dias, a segunda dose da Pfizer está prevista para ser aplicada em agosto.

Os trabalhadores do sistema socioeducativo estão sendo vacinados de acordo com as categorias profissionais e critérios estabelecidos no Plano Preliminar de Vacinação dos municípios: agentes socioeducativos; profissionais da área da saúde e pessoas que tenham algum tipo de comorbidade. Para o diretor da Usip, Daniel Rodrigues, a imunização dos acolhidos e profissionais é de grande importância. “Gratidão a todos que fizeram valer esse dia tão esperado para os socioeducandos, trabalhadores e agentes socioeducativos. A vacina deixará imunizados aqueles que trabalham na linha de frente”, declarou Daniel.

Segundo a coordenadora de Saúde da Diretoria Operacional (Dirop) da Fundação Renascer, Joira Rolemberg, a vacinação é de suma importância para a população acolhida pela Fundação Renascer. “Tendo em vista o risco de contágio e de transmissão entre os profissionais e os adolescentes, com as novas variantes que são mais agressivas, a melhor maneira de proteção neste momento tão preocupante é imunizar estes jovens e os profissionais que atuam nas unidades”, disse Joira.

Além da vacinação, a Fundação Renascer continua seguindo todos os protocolos de Saúde nas unidades, com o uso de máscaras de proteção respiratória, disponibilização de álcool a 70% e material de higiene pessoal, lavatórios equipados e reforço na higienização adequada e contínua dos espaços (salas, copas, banheiros, bebedouros, bancadas, etc.), além do encaminhamento à rede de saúde de qualquer caso suspeito.

Última atualização: 1 de junho de 2021 13:40.

Pular para o conteúdo